Regras Campeonato Catarinense 2017

FECABOXE: CAMPEONATO CATARINENSE DE BOXE 2017

Viemos apresentar, a partir deste, as regras do Campeonato Catarinense 2017, organizado pela FECABOXE. O regulamento e as convenções são estabelecidas com o objetivo de maximizar a competitividade e aumentar a qualidade técnica dos atletas que representam o Estado de Santa Catarina, a nível nacional e internacional.

REGULAMENTO
– É obrigatório, para a participação do atleta nos eventos da FECABOXE, que sua equipe tenha registro como entidade filiada, e mantenha sua taxa de anuidade em dia. As agremiações que estão habilitadas a participar, estarão publicadas no site pelo link: http://www.fecaboxe.com.br/entidades-filiadas
– A disputa pelo cinturão catarinense terá como referência o ranking estadual 2016-2017, que estará publicado no site da entidade a partir da 1° Etapa do Estadual.
– A prioridade na disputa por cinturão deverá ser dos melhores classificados em pontos no ranking estadual, o que definirá na etapa final o detentor do cinturão.
– As categorias que disputarão o cinturão serão as consideradas olímpicas, quais sejam:
Masculino Elite: 49kg, 52kg, 56kg, 60kg, 64kg, 69kg, 75kg, 81kg, 91kg e +91kg
Feminino Elite: 51kg, 60kg e 75kg
– Não haverá mais tolerância de peso na balança em qualquer circunstancia, sendo luta válida para ranqueamento ou disputa de cinturão.
– Os detentores dos cinturões catarinenses serão avaliados pela comissão técnica da FECABOXE, e assim como os demais ranqueados, poderão ser chamados para integrar a seleção do Estado. A obtenção, e manutenção do cinturão NÃO dá o direito de participar de campeonatos a nível nacional. O critério a ser utilizado é TÉCNICO.
– Tanto os atletas como os técnicos que estiverem em disputa no Campeonato Catarinense 2017 deverão estar em dia com suas obrigações perante a FECABOXE, sob pena de serem impedidos de participar das etapas e das disputas de cinturão.
– As competições obedecerão o regulamento da CBBoxe, traduzido do regulamento da AIBA que pode ser encontrado na seção de REGRAS do site oficial da FECABOXE.

CONVENÇÃO TÉCNICA PARA CASAMENTO DE LUTAS:
– A prioridade técnica para casamento de lutas será a de proximidade de experiência dos lutadores, não importando em que tipo de modalidade de lutas (que tenham troca de socos). Atletas com experiência em lutas amadoras Muay Thai, Kick Boxing, Full Contact, etc., não são considerados estreantes no boxe, pois já têm experiência de ringue. Aqueles que já lutaram QUALQUER modalidade de luta profissional, estão proibidos de competir no boxe amador.
Fica convencionado que a PRIORIDADE é casar lutas:
– Atleta estreante com outro atleta estreante
– Atleta com 1 (uma) luta com outro atleta com até 3 (três) lutas
– Acima de 3 (três) lutas, qualquer atleta poderá lutar com qualquer adversário
– Que fique claro que isto é uma convenção, não uma regra absoluta. Dar-se-á prioridade a este critério. Não havendo outra possibilidade, a luta será casada com o consentimento da comissão técnica da FECABOXE e/ou dos técnicos dos respectivos atletas.

REGRAS DO RANKING
– Cada vitória soma 2 pontos.
– Derrota soma 1 ponto.
– Vitória na disputa ou defesa de cinturão soma 3 pontos.
– Inscrição sem casamento de luta, por falta de adversário soma 1 ponto.
– A derrota por W.O. sob qualquer pretexto será descontado 2 pontos do lutador e lhe será imposto a multa de R$200,00 que será revertida ao seu adversário, por intermédio da FECABOXE. A sua equipe será multada em R$100,00 e o valor será retido pela FECABOXE. Atletas e equipe ficarão suspensos da participação das etapas subsequentes do Campeonato, até que seja quitado a dívida.

Critério de desempate:
1° -> Número de lutas pela FECABOXE;
2° -> Número vitórias no ano;
3° -> Menor número de derrotas;
4° -> Confronto direto;
5° -> Julgamento da comissão técnica da FECABOXE.